Túlio Henrique Pereira [Historiador, Professor, Escritor e Poeta Brasileiro]

Túlio Henrique Pereira é graduado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), mestre em Memória pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e doutorando em História pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

É autor de contos, poemas, romance e dramaturgia. Aos 21 anos de idade foi premiado com o conto Mundo azul cor de fel no concurso Arte e Criatividade dedicado aos artistas goianos com destaque na literatura e artes plásticas, concurso realizado pelo Sesi, Editora Kelps e Banco do Brasil. O conto premiado foi publicado na quinta edição daAntologia poética e contos (Kelps), distribuída em escolas estaduais e municipais do Estado de Goiás.

Aos 23 anos foi convidado a publicar seu primeiro livro de poemas O observador do mundo finito (Srcortecci). Em 2011, foi homenageado em Paris, França, na Jornada Internacional de Estudos Brésilienneté, subjectivités et corps: autour de la littérature de Túlio Henrique Pereira, oportunidade na qual foram discutidas suas obras autorais, publicadas no Brasil e participações coletivas em antologias lançadas em Portugal.

A projeção de seu trabalho o levou a participar da segunda edição da antologia portuguesa Amante das leituras 2008 (Edium Editores), e consequentemente das antologias Amante das leituras 2009 (ADL) e Amante das leituras 2010 (Temas Originais) e, também, das antologias oficiais do Congresso Brasileiro de Poesia de Bento Gonçalves, RS: Poesia do Brasil vols. 910 e 11 (Grafite), e também do livroPoeta Mostra a Tua Cara (Grafite). As antologias do congresso são distribuídas anualmente em bibliotecas de escolas públicas do Rio Grande do Sul, com os fins de incentivar a leitura e difundir as novas expressões literárias da poesia brasileira.



Alguns poemas de Túlio Henrique Pereira

Out

É feio ser gordo
Nada feio falar
Ela se atirou

Embora gravitasse
Embora lesse
Embora dúbia

É feio ser gordo
Nada feio falar
Ela se atirou

Ainda que indelével
Ainda que amante
Ainda que amiga

É feio ser gordo
Nada feio falar
Ela se atirou

Do instante obtuso
Do 12º andar
Dos crânios conscientes 
CLIQUE PARA IMPRIMIR
PEREIRA, Túlio Henrique. Out, in. BACCA, Ademir Antônio; GONÇALVES, Cláudia (org.). Poesia do Brasil. Coleção do Congresso Brasileiro de Poesia, v. 13. Bento Gonçalves: Proyecto Cultural sur Brasil, 2011




Duelo  
(Segunda Parte)

Alice,
Alguém vai devorar você e sua negritude
A inteligência em seu âmago e a alegria
E até beijá-la entre quatro paredes vazias

Mas não irá convidá-la pro baile
Nem te tirar para dançar
E, a menos, que você pague
Não se apaixonará por você

Como se encerram os contos de fada.

CLIQUE PARA IMPRIMIR
PEREIRA, Túlio Henrique. Duelo, in. BACCA, Ademir Antônio; GONÇALVES, Cláudia (org.). Poesia do Brasil. Coleção do Congresso Brasileiro de Poesia, v. 13. Bento Gonçalves: Proyecto Cultural sur Brasil, 2011


Prosa:

ANTOLOGIA POÉTICA E CONTOS

FERREIRA, Adriana dos Reis; SANTOS, Hugo José; SILVA, Lorenna Fernandes; MENDONÇA, Sheila Rose Barros da Silva (orgs.)
Kelps Editora/Banco do Brasil/Sesi
2005 - 210 páginas

ISBN: 86.110

MUNDO AZUL COR DE FEL
PEREIRA, Túlio Henrique
p. 133-144
RESUMO: Era brilhantemente independente e imaturo. Seus sonhos de menino cresciam na medida em que à sua volta tudo parecia incondicional. Suas limitações indispostas causaram-lhe indisciplina e sua mania continuada de querer tudo em sua devida hora; se possível, na primeira hora do dia seguinte. Queria correr quando não podia e gritar nos momentos mais inoportunos de uma reunião social, completamente formal que a família realizava as quartas à noite. Comia muitas coisas de uma só veze quase não deixava limpo o seu local, era moleque de tudo e adulto no tempo incerto. Isso confundira sua essencial objetividade... Clique aqui para baixar

INFERNOS ÍNTIMOS
MARQUES, Larissa 
Kelps Editora
2007 - 76 páginas

ISBN: 978-85-7766-168-8
´
PREFÁCIO INFERNOS ÍNTIMOS
PEREIRA, Túlio Henrique
p. 7-13
RESUMO: Eis que o fenecimento nos encontra no exato momento em que nos encontramos conosco ou com nossa consciência. A incompreensão dos dias e a certeza da morte nos revelam o nada que habita dentro de nossas cabeças: um cérebro ou uma alma? Continuaremos mal compreendidos até quando? Até revelarmos o que de mais íntimo existe em nós, mesmo estando conscientes de que toda a timidez e nudez sejam por si reveladas no cerne de tudo que externa a essência humana? Clique aqui para baixar


ATOS DE PAIXÃO

Resenha:

Com ritmo moderado e constante, a narrativa se desenrola a partir dos desejos de Gercindo e Lúcio em um universo viril, marcado pela ironia e pelo regionalismo das personagens. Atos de Paixão é um drama. Tem um lugar no qual a ordem social vai desestabilizar os indivíduos. Em um tempo no qual a condição homoafetiva não tinha voz. Os personagens vivem suas paixões entre o desejo de resistência das marcas de sua época e o sentimento de desamparo do ser humano que não encontra par em seus atos. Os Atos de Paixão nos fazem rir, também nos angustiam, porque mostram o curto calvário do percurso ao mesmo tempo opressor e libertador que encontra ecos na cultura de nosso próprio cotidiano. Nem religiosa, nem ativista, esta dramaturgia encena uma política de vida como todo ato de leitura e golpe de interpretação deve ser.

Breve release do livro Atos de Paixão

Foi a partir da interpretação histórica de Ronaldo Vainfas sobre o cotidiano da vida privada na América Portuguesa em seu artigo “Moralidades brasílicas: deleites sexuais e linguagem erótica na sociedade escravista”, publicado em “História da vida privada no Brasil”, que o autor se inspirou a contextualizar as relações homoafetivas do início do século XX, no país, especialmente no município de Rio Pardo, no Estado do Rio Grande do Sul.Sem conhecer os ares que revoam os pampas, Túlio Henrique Pereira limitou-se às alusões e sentidos a partir das emoções e caracterizações, fruto de longas pesquisas, dadas aos personagens que presentificam tal época.Sob as bases do humor irônico e os ranços herdados pelo colonialismo e a fé cristã, em um cenário, reflexo de um país agrícola, católico, político e coronelista, que o autor nos contempla com uma dramaturgia crítica das intimidades dos casais e amantes no passado recente da sociedade brasileira nos anos 1920.

Pré-venda do livro Atos de Paixão

Um primeiro lote do livro Atos de Paixão está aberto para pré-venda. Os interessados em reservar o seu exemplar autografado pelo autor, deverá encaminhar e-mail para: tuliohpereira@me.com.

Fonte:
http://tulioh.blogspot.com.br/

Túlio Henrique Pereira
Todos os direitos Autorais Reservados ao Autor

0 comentários: