Num Delírio... O Enigma [Wuldson Marcelo]

Num Delírio... O Enigma
                                    
                                       Para G.



Num delírio, num rabisco em papel de fantasia

Há de se preservar o insondável

Dos gestos, dos sorrisos, das perguntas não formuladas.

Que mistério é esse que se avizinha

Chegando de mansinho e assumindo ares de irresistível,

Capturando atenções, noites, tensões?

Quão doce é perder o eixo,

Rumos que naufragam nas tentativas de trilhos inventar.

Ah, indizível enigma!

Não necessitas de palavras.

Que os olhares e o não-dito

Preencham os contornos da dúvida.

E tudo faz sentido por não ter explicação,

Por se agitar em mil afetos

E repousar no desejo que ficará sem tradução. 


Wuldson Marcelo, corintiano apaixonado por literatura e cinema, nascido em 1979, em Cuiabá, que possui Mestrado em Estudos de Cultura Contemporânea e graduação em Filosofia (ambos pela UFMT). É revisor de textos e autor de dois livros de contos que estão entre o prelo e o limbo, “Obscuro-shi” e “Subterfúgios Urbanos”.

0 comentários: