Descomplica que a vida flui! [Dy Eiterer]

Descomplica que a vida flui!
                          
Em nossas rotinas cada vez mais desgastantes precisamos ser versáteis, dinâmicos, firmes, mas ainda precisamos aprender a usar certas palavrinhas que além de nos tronarem pessoas mais tranquilas, faria de nosso mundo um espaço melhor.

Um verbo que seria nosso grande aliado na vida é DESCOMPLICAR.

É urgente que comecemos a ser mais leves! A correria do dia-a-dia nos leva a exigir muito dos outros e de nós mesmos, mas chega uma hora que precisamos dar um refresco! Pegar leve faz bem para si e para quem nos rodeia:

Cobre menos de você – e vai passar a cobrar menos dos outros. É só uma questão de limite!

Não se culpe! – pequenos “pecadinhos” ocorrem e são prazerosos! Não evite aquele bombom saboroso depois do almoço porque precisa emagrecer 2kg. Coma o chocolate e faça 15 minutos a mais de caminhada. Calorias perdidas, cabeça arejada e uma felicidade que fica ali bem escondidinha nos detalhes!

Descomplicar parece complicado no começo, mas depois nos leva a uma qualidade de vida incrível: mais felicidade, mais proximidade com os amigos, mais descontração.
AMIZADE

Cultivar as amizades é importantíssimo! Ligar pra dizer que está com saudades, pra saber se está tudo bem, pra convidar para um café, um cineminha ou jogar conversa fora. Jamais, em hipótese alguma, abandone seus amigos.

Uma relação de amizade é de escolha mútua: ambos se escolheram, se conhecem e se gostam com todos os defeitos – até aquele seu dedinho torto é perdoável!

São seus amigos que dividem as histórias mais divertidas e algumas tristes com você. São eles que vão te dar colo, ser suporte, dividir a caipirinha, o táxi, os segredos, a piada.

Não troque seus amigos pelo seu amor! Uma coisa é uma coisa, outra coisa são os amigos! Reserve pelo menos um encontro com seus amigos de quando em vez. Eu sugiro de vez em sempre!

OFF

Ficar off é uma das dificuldades de nosso dia. São tantos meios para se manter on que temos a impressão de que o mundo vai cair sobre nossas cabeças se o celular estiver com a bateria descarregada, se a internet falhar. Keep calm que o mundo não vai parar se você se desconectar. Vá em frente, tenha coragem e aperte e o botãozinho vermelho: desligue-se por um dia! Vai perceber que o melhor da vida você vai fazer em off e nem vai se dar conta que não está conectada! Arrisque e estará pronta para as próximas palavras de nossa lista!

AUTOCONHECIMENTO

Conhecer-se é fundamental, já dizia o Oráculo de Delfos, mas essa prática só é bem sucedida se ficamos adeptos ao silêncio. Precisamos aprender a parar – lembra-se de ficar off?! –, a ficar em silêncio, a nos conhecer. Já parou pra pensar em que tipo de companhia você é? Sente para beber com você mesmo! Sirva-se de um bom vinho no cair da noite de uma terça-feira, depois do dia cheio. Sem medos: converse com você mesmo, ninguém vai ver. Vá se perguntando, se respondendo, refletindo, se conhecendo. Vai ver que mais da metade de suas respostas estavam dentro de você mesma. Vai aprender a achar o tão buscado equilíbrio.

RIA

Uma boa gargalhada derruba qualquer carranca! Uma sábia frase do saudoso Millôr Fernandes corre as redes sociais: O humor compreende também o mau humor. O mau humor é que não compreende nada. Não preciso atestar a veracidade dessas palavras: quem ri é mais! É mais agradável, divertido, querido, saudável! Então, que coloquemos um sorriso no rosto e saiamos lindos! É melhor um sorriso bem dado do que qualquer maquiagem, garanto!

GENTILEZA

Gentileza gera gentileza. E tenho dito! As palavrinhas mágicas são válidas por toda a vida e um “bom dia!” bem dado é como um vale de alegria para quem o recebe: tem o poder de tornar o dia bom! As pequenas gentilezas diárias ajudam a dar a leveza que precisamos para aguentar o tranco! Vamos aliar doses cavalares de gentileza aos nossos sorrisos!

Acrescentando essas palavrinhas ao nosso ABC diário além de nos tornarmos mais leves vamos, aos poucos, mudando o nosso entorno, contaminando com está ao nosso lado e transformando nossas buscas pela felicidade em encontros festivos com ela!

É só lembrar de Guimarães Rosa: “A Felicidade se acha em horinhas de descuido”...


Dy Eiterer. Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. Edylane é Edylane desde 20 de novembro de 1984. Não ia ter esse nome, mas sua mãe, na última hora, escreveu desse jeito, com "y", e disse que assim seria. Foi feito. Essa mocinha que ama História, música e poesia hoje tem um príncipe só seu, seu filho Heitor. Ela canta o dia todo, gosta de dançar - dança do ventre - e escreve pra aliviar a alma. Ama a vida e não gosta de nada morno, porque a vida deve ser intensa. Site:Dy Vagando

0 comentários: