MÍNIMAS POESIAS [Wender M.L. Souza]


MÍNIMAS POESIAS

Tudo que existe


Persiste


Insiste em existir


Entre olhares


Entra olhares


Olhos vagos


Vazios de (in) existir

----------

Há dias que vejo as coisas


Há dias que nada faz sentido


Há dias que o tempo passa


Há dias que nada há

---------- 

Sem você


me embaraço


Cem você


me embaraça


----------

Rede-moinho


interferindo


em ondas sonoras


Rede-moinho


(inter) ferindo


meu coração


----------

Minha vida


di-lata


no espaço do guarda-louça

-----------


O mundo são pessoas loucas


O mundo são; pessoas loucas


Wender M. L. Souza, graduado em Letras/Língua Portuguesa (UFMT) e mestre em Estudos de Linguagem- Estudos Literários (UFMT). Revisor do romance Scarlet e o branco (2012, Editora Multifoco), de Eliete Borges Lopes.


E-mail: matiaspascoal@hotmail.com

1 comentários:

Anônimo disse...

Não sabia que tinha convivido ao lado de um bom poeta. Se soubesse talvez devesse é tê-lo estudado.