Che Guevara – O fotógrafo revolucioná [Revista Biografia]

Che Guevara – O fotógrafo revolucioná

Todos nós sabemos a importância histórica que o guerrilheiro Ernesto Guevara de La Serna, mais conhecido como Che Guevara, possui. Mas o que pouca gente sabe é que esse ícone de popularidade andou por muito tempo munido de filmes fotográficos, portando sem uma arma muito poderosa: a câmera.

O guerrilheiro herdou o gosto por fotografia do seu pai e, entre 1950 e 1960, dedicou-se a retratar paisagens, pessoas, crianças e chegou até a fazer a cobertura fotográfica dos Jogos Pan-Americanos do México para uma agência argentina.




Embora revolucionário, Che nunca abandonou a fotografia. Quando foi morto, encontraram cerca de 12 rolos de filmes nos bolsos do seu uniforme.





Embora o acervo de fotos do Che não esteja disponível, existe uma exposição denominada “Che Photographer” que reúne 232 fotos tiradas pelo mesmo. Seu último destino foi a China, no final do ano passado, porém podemos ficar na torcida para que a  exposição chegue ao Brasil.



Fonte:

1 comentários:

Eva Gomes de Oliveira disse...

Maravilhoso. A sensibilidade sempre fazendo parte da sua vida.