Chico Bento perde o sotaque caipira e decide fazer faculdade na cidade grande

Divulgação

Chico Bento perde o sotaque caipira e decide fazer faculdade na cidade grande

A Mônica deixou de ser baixinha e gorducha, o Cebolinha começou a falar certo e o Cascão decidiu que era hora de tomar banho. Agora chegou a vez do Chico Bento, que perdeu o sotaque caipira e foi viver na cidade grande.
O personagem é o mais novo membro da turma a ganhar uma versão jovem e diferente daquela a que os fãs estão acostumados. "Chico Bento Moço" (ed. Panini; R$ 7,50), que conta as aventuras do personagem na faculdade, chega às bancas na próxima terça.


"Perder o sotaque acontece na vida real. Eu mesmo falava 'caipirês' e, quando vim morar em São Paulo, suavizei essa característica", diz Mauricio de Sousa, criador dos personagens.

A vida do cartunista inspirou ainda um drama do novo gibi. "Chico Bento e Rosinha agora vão morar longe um do outro. Mas eles continuam juntos. Eu já passei por isso, e não aguentamos a distância", diz.

O personagem decide deixar sua namorada e a Vila Abobrinha para estudar agronomia na cidade. Como a história é parecida com a de muitos universitários da vida real, a equipe que ajuda o cartunista se reuniu com estudantes da Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), em Piracicaba (SP).

"As reunião serão periódicas com a equipe do gibi, que é a mesma que faz a Turma da Mônica Jovem. A diferença é que 'Chico Bento' não terá traço mangá", diz Mauricio. Segundo ele, o traço usado é o de gibis clássicos.

Editoria de Arte/Folhapress 

0 comentários: