Walter de Maria in memorian [Marcio De Oliveira Fonseca]

Walter de Maria in memorian


Walter de Maria (1935-) Nasceu em Albany. Escultor e músico americano. Estudou Arte em Berkeley na Universidade da Califórnia. Recebeu bolsa da Fundação Guggenheim. Participou de happenings com seu amigo, o músico La Monte Circle na cidade de São Francisco.Em 1960, mudou-se para Nova York e influenciado pelo Dadaísmo produziu esculturas. Em 1968, criou inúmeras esculturas ligadas ao Minimalismo. Engajou-se na Land Art tendo sendo um dos seus principais participantes. Aborda a relação entre a obra e o lugar. Participou da Documenta de Kassel e da Bienal de Veneza. É representado pela Gagosian Gallery, Nova York. Walter de Maria morreu de acidente vascular cerebral em 25 de julho de 2013.



The Broken Kilometer, 1979Foto: John Abbott. Dia Art Foudation.


Seen/Unseen Known/Unknown Nooshima, Japão.

The Lighthtening Field, 1971-72. Quemados Novo Mexico. 400 mastros de aço foram dispostos num quadrado no deserto. Os mastros transformavam-se em condutores luminosos de forças elétricas.
Earth Vertical Kilometer, 1977. Um bastão de 1 quilometro foi enterrado na vertical nesse espaço. Documenta de Kassel
Large Rod Series Circle Rectangle 11, 1986.
Equal Areas Series, 1976-1977. Foto New York Times.
Museum Pieces, 1966.
Mile Long Drawing, 1968. Mojave Desert.



Large Red Sphere. Foto Jan Bitter.


Fonte:

Marcio Fonseca, 1943. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Responsável pelos blogs art&arte marciofo,ocacadordeobjetos.blogspot.com e imagemsemanal juntamente com Brenda. Professor Adjunto Fac Med UFRJ e médico inativo; Estudou pintura e história da Arte com Katie van Sherpenberg e Arte contemporânea com Nelson Leirner.

0 comentários: