4 maneiras de atingir o público certo para o seu livro [Augusto Assis]

4 maneiras de atingir o público certo para o seu livro

Artigo publicado na Cabine Literária 


Você gastou meses (ou até mesmo anos) escrevendo e produzindo seu livro. Agora ele finalmente ele está à venda e... nada. Nada além do silêncio do seu livro largado às traças.

“Mas meus beta readers adoraram!”, você pode pensar, “Onde estão meus leitores?” E a resposta é: criar um livro interessante é uma coisa – mas, atrair o público para a sua obra é algo completamente diferente. Assim como você trabalhou duro escrevendo, editando e disponibilizando seu livro para a venda, você também tem que trabalhar duro para alcançar o seu público, e para ajudar preparamos os 4 passos a seguir. 

1 – Identifique seus leitores 

Quem são, de fato, os seus leitores? Digamos que você escreve livros para jovens. Você pode pensar “Todo adolescente e jovem adulto vai amar o meu livro”. Você pode desejar que todas as crianças nascidas de na década de noventa comprem seu livro, mas esse é a parte final do seu marketing, e não o começo. Comece com uma estritamente específica definição do "seu leitor".

Quanto mais especifico for o seu público ideal, melhor. Por quê? A leitura se trata do quanto o livro se aproxima do íntimo do leitor. Então, antes de dizer “meu livro é para adolescentes”, pense muito sobre qual tipo de adolescentes você irá alcançar. Os que amam ficção científica? Os que amam distopias de ficção científica? Os que amam distopias steampunk* de ficção científica? Distopias steampunk de ficção científica permeadas por romances?

Adolescentes que gostam de tudo isso e têm muitos amigos na escola, ou aqueles que têm poucos amigos? Jovens que compram suas roupas em uma loja de grife ou aqueles que customizam suas roupas antigas?

Especifique seu público o máximo que puder. Seu objetivo é definir um público muito específico, que será os seu verdadeiro fandom. Não se direcione para “todos”, porque “todos” não vão te dar lugar para começar o seu marketing. Se você vendeu seu livro para todo adolescente de poucos amigos que customiza suas próprias roupas, isso pode ser um passo para partir para outros grupos e aumentar o público. Se você não vendeu, pelo menos seu livro encontrou uma aconchegante e respeitável fan base.

*Steampunk: resumidamente, tipo de narrativa que se passa num universo alternativo, no qual, ao invés da eletricidade a humanidade evoluiu através do vapor. 

2 – Entenda seus leitores 

Como escritor, você sabe como fazer perfis de personagens. Bem, como vendedor, você também deve saber fazer perfis. Pense naquele grupo específico de leitores que você identificou, então explore esse grupo até que você sinta que realmente os entende. 

Aqui estão alguns exercícios para você fazer: 

Se você escreve não-ficção, crie um resumo do seu leitor ideal.

Se você escreve romance, imagine como é a mochila do seu leitor, e liste tudo o que pode ter nela. Elas geralmente dizem muito sobre a personalidade de seus donos.

Se você escreve livros infantis, liste as coisas que seus leitores amam (caminhões, hamsters, lego) e as coisas que eles odeiam (hora de dormir, legumes, quando suas mães prestam mais atenção no telefone do que neles).
Imagine o quarto do seu leitor. Depois, descreva tudo o que você vê nesse quarto.

Se você fosse passar um final de semana com seus leitores, onde você o levaria? 

3 – Descubra onde os seus leitores estão 

Você pode gastar a maior parte do seu tempo na Internet procurando por objetos antigos, ou discutindo em fóruns do seu interesse, ou comprando produtos artesanais. Mas esse pode não ser o lugar onde seus leitores vão. Chegou a hora de gastar seu tempo em sites que seus leitores estarão. Pense sobre os passos um e dois e identifique os sites onde esses tipos de leitores vão. Acesse esses sites e interaja com eles.

Tão importante quanto participar dos grandes sites famosos (facebook, twitter, etc), é válido procurar também sites que se encaixem com a personalidade do seu público alvo.  Faça algumas pesquisas para encontrá-los. Participar de um site pequeno, cheio de leitores em potencial é tão, ou mais, vantajoso quanto usar seu tempo tentando ser ouvido em uma rede social de grande público. 

4 – Fale sobre o que seus leitores querem saber 

Agora que você sabe com quem você precisa falar e onde você precisa ir, aproveite para interagir. Faça amigos. Seja sociável.  Esteja nas mídias sociais. Pense nas mídias sociais como uma grande festa (ou um piquenique da igreja, ou um simpósio, ou qualquer lugar que o seu público goste de ir, na vida real). Faça perguntas que atraia as emoções ou opiniões dos seus leitores. Seja prestativo quando lhe perguntarem por algo. Dê boas respostas a eles ou mostre links de sites que terão uma informação útil sobre o que procuram.

O mais importante de tudo: não seja agressivo ao vender seu livro. Sim, quando você está no Twitter, tudo bem pedir por retweets. E tudo bem pedir por likes no Facebook (embora seja algo irritante, principalmente se você não conhece a pessoa em questão.) Você pode anunciar eventos, noites de autógrafos, Blog tours e outros eventos dos quais você está participando. Só não mande repetidamente links para a página do seu livro na Amazon.

Algumas de suas mensagens podem ser comerciais, mas a maioria delas deve ter como objetivo construir um bom relacionamento.

Augusto Assis - Redator 
Tem um metro e oitenta e cara de bebê. Apesar de só escrever contos sombrios, adora uma comédia romântica. Foi publicado em duas coletâneas e atualmente escreve para o site enquanto trabalha em seu romance, cujo título tem demorado mais do que a história para ser criado.




0 comentários: