7 tradições natalinas bizarras que existem pelo mundo [Maria Luciana Rincon]

7 tradições natalinas bizarras que existem pelo mundo

Conheça alguns costumes curiosos de outros países quando o assunto é celebrar o Natal

Por Maria Luciana Rinco

O Natal está chegando, e não pense que em todos os países ele é celebrado da mesma forma como fazemos aqui no Brasil, com presépio, pinheirinho, neve de mentirinha e, é claro, com uma visita do ilustríssimo Papai Noel.

Mas além das comidinhas, dos presentes e da festa em família, também existem outros costumes bem curiosos por aí. Foi pensando nisso que resolvemos reunir alguns deles para você conhecer. Portanto, prepare-se para conferir sete tradições natalinas bizarras que existem pelo mundo: 

1 – Personagem demoníaco


Fonte da imagem: Reprodução/International Business Times

Se quando você era pequeno o único medo que sentia no Natal era o de não ganhar presentes por não ter sido bonzinho o ano inteiro, fique feliz! Na Áustria, quem não se comporta direito pode receber a visita de um demônio horripilante chamado Krampus, que aterroriza as crianças perambulando pelas ruas à noite arrastando correntes. Isso sem contar que ele anda com uma vara para esquentar o traseiro das que foram muito arteiras. 

2 – Bruxas malignas


Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Na Noruega quem vem fazer visitinhas são grupos de bruxas malvadas, que roubam as vassouras das casas para ficar sobrevoando os vilarejos. Assim, nessa época as vassouras simplesmente somem de vista, já que durante as celebrações as mulheres escondem esses objetos para manter os espíritos malignos bem longe de seus lares. 

3 – Bruxa do bem


Fonte da imagem: Reprodução/La prima Web

Já na Itália, em vez de uma horda de seres que roubam vassouras, quem aparece para as festas é a “La Befana”, uma bruxa querida e superaguardada pelas crianças italianas. Segundo a lenda, La Befana estava muito ocupada quando os Reis Magos foram visitar o menino Jesus, e é por isso que ela só aparece alguns dias depois do Natal trazendo os presentes. 

4 – Ajudante sinistro

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Na Holanda não são bruxas ou demônios quem aterrorizam as festas de Natal, mas um personagem sinistro chamado Zwarte Piet — ou Pedro Preto em tradução livre. Apesar de ele ser um dos queridos ajudantes do Papai Noel, o Pedro também tem um lado assustador: ele é uma espécie de “homem do saco” que leva as criancinhas desobedientes embora para a Espanha, que, curiosamente, é onde o Bom Velhinho dos holandeses mora.

A história desse estranho personagem também é bem sinistra. Originalmente, Zwarte Piet era um escravo que acompanhava o Papai Noel, mas essa versão acabou sendo alterada — evidentemente — por questões relacionadas ao racismo. Hoje em dia, as crianças holandesas aprendem que a aparência de Pedro se deve à fuligem, pois, segundo a nova adaptação, ele trabalha como limpador de chaminés. 

5 – Aranha natalina


Além dos enfeites de Natal que todo mundo conhece, na Ucrânia as árvores também são decoradas com teias de aranha. A origem desse costume vem de um conto sobre uma mulher muito pobre que não tinha como comprar os adornos para pendurar no pinheiro. Mas, na véspera de Natal uma mágica aconteceu, e a mulher descobriu na manhã seguinte que uma aranha havia enfeitado a árvore com uma linda teia brilhante. 

6 – Esperança


Fonte da imagem: pixabay

Na República Tcheca existe um curioso ritual que as moças que desejam se casar fazem durante o Natal. De costas para as portas de entrada de suas casas, elas jogam um sapato por cima do ombro e, se o calçado cair com o dedão apontando para a porta, isso significa que elas se casarão no período de um ano. Caso o sapato caia virado para qualquer outro lado, as moças precisam esperar até o próximo Natal para tentar novamente. 

7 – Meios de transporte


Fonte da imagem: shutterstock

Como você sabe, aqui no Brasil as crianças acreditam que o Papai Noel visita todo mundo montado em um trenó puxado por renas, não é mesmo? Nos EUA, o Bom Velhinho usa o mesmo meio de transporte, mas na Austrália quem puxa o trenó são os cangurus! Já na Holanda, ele circula a cavalo, e na Suíça, em vez de cavalo, Noel visita as crianças montado em um burro.

No Havaí o coitadinho é obrigado a fazer exercícios, pois precisa remar em uma canoa. Mas o mais curioso mesmo é na República Tcheca, pois por lá o Papai Noel vem do céu com uma corda dourada, ao melhor estilo missão impossível. E você, leitor, conhece mais algum costume diferente para celebrar o Natal? Não deixe de contar para a gente nos comentários! 

Fonte International Business Times Today I Found Out mental_floss The Huffington Post The Telegraph

Fonte:
Mega Curioso

0 comentários: