A emocionante história do morador de rua poeta que ficou conhecido pelo FB e reencontrou a família depois de 34 anos [Jaque Barbosa]

A emocionante história do morador de rua poeta que ficou conhecido pelo FB e reencontrou a família depois de 34 anos 

por Jaque Barbosa

Higiene material, higiene mental. Aqui não sei qual é a mais difícil de praticar.” Esse é somente um dos tantos versos que Raimundo Arruda Sobrinho escreveu enquanto vivia em uma “ilha” formada pelos seus textos, numa avenida movimentada em São Paulo, no bairro de Pinheiros, durante 35 anos.


Ele permanecia invisível, vestido com sacos de lixo pretos. Por não conseguir se locomover muito bem, passava os dias em um banquinho de madeira, escrevendo. Quem via de longe, talvez não imaginasse que aquele homem, apagado pela sujeira e pelo abandono, era alguém culto, que já tinha lido centenas de livros, e amante de música clássica.

Eis que um dia, Raimundo deixou de ser invisível. Uma moça moradora da região, Shalla Monteiro, ganhou um poema de Raimundo. Tocada com o talento daquele homem, ela decidiu fazer algo para ajudá-lo a ser reconhecido. Criou então, uma fanpage para o poeta no Facebook.

O que ela jamais poderia imaginar é que, além do sucesso da página, o irmão de Raimundo iria reconhecê-lo. Sem contato desde 1980, Francisco foi ao seu encontro, e depois de um pouco de insistência conseguiu levá-lo para morar com ele em Goiânia.

Essa é apenas uma das 10 histórias de conexão humana contadas pelo Facebook em homenagem aos 10 anos de existência da rede social. Em todas elas, a rede social teve algum impacto importante na vida dessas pessoas.

Assista:







Fonte: Hypeness

0 comentários: