Cláudio Gomes [Fotógrafo Brasileiro]


Claudio Gomes – nasceu em Mineiros (26/01/1971).Autodidata na fotografia há nove anos, quando começou seus trabalhos com fotojornalismo e a partir de 2007 passou a atuar somente com projetos autorais, a partir do projeto “Olhares Guimarães”, que culminou com a publicação do livro no ano seguinte.

E partir de então seu olhar expandiu para outros trabalhos de projetos culturais como o curso “Oficina do Olhar”, que levou informação e capacitação de alunos de escola pública na fotografia. Em 2010 participou de uma exposição na Croácia, durante o “Festival Europeu da Fotografia”.


Em 2011 levou a exposição “Olhares de Guimarães” para o Rio de Janeiro, e ganhou no mesmo ano o Prêmio Arne Susksdorf, com o tema "Pantanal", oferecido pela Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso. (SEC-MT), viabilizado pelo Programa Mais Cultura - Microprojetos da Amazônia do Ministério da Cultura (MinC).

Claudio Gomes tem como influências o fotógrafo francês Eugene Atget, o húngaro André Kertész e claro, Sebastião Salgado. Matogrossense, natural de Alto Garças, Gomes vive em Cuiabá desde 1987.

Gomes escreve com a luz das imagens plenas de silêncio, enigmas, cotidianos talvez de seu mundo, fragmentos de vida que se revelam no seu ser graças à intensa doçura de um feixe de luz que o ilumina, nem que seja por um instante: luz instantânea e absoluta.


Esta percepção bem marcada pela crítica de arte italiana Roberta Mottola revela a proposta do trabalho do fotógrafo, que percorreu por seis comunidades que preservam costumes e tradições da baixada cuiabana. Ele passou pelo bairro Porto, Praierinho, São Gonçalo Beira Rio, Passagem da Conceição, Souza Lima e Bonsucesso, localizadas entre Cuiabá e a vizinha cidade Várzea Grande.

A intenção do autor é de representar todo o mundo da criação, do interior do ser humano até a natureza exterior. Contemplar estas fotos é como folhear um livro da própria vida para se perguntar sobre o senso de se nascer, de se viver e de se morrer”, ressalta Mottola.


No ano passado, de 11 de outubro a 06 de novembro, as 15 imagens de Gomes foram apresentadas na Galeria 360 de Arte Moderna e Contemporânea, na Itália, numa coletiva com dois artistas plásticos, a francesa Agnès Doneau, e o sueco Mats Anderson. 

Essas comunidades são ricas culturalmente e, neste projeto, quis propor um resgate histórico que reforçasse a importância destas localidades para a cultura mato-grossense”, explicou Gomes.





Projeto Oficina do olhar

2010 – curso de formação e capacitação em fotografia
Aprovado pela Secretaria de Estado de Cultura de MT.
Atuação: Professor –  ministrado em escolas públicas estaduais.
Local: Cuiabá/Várzea Grande

Curso - Oficina do Olhar

2011 – Workshop de fotografia (Colégio Master Junior)
Local: Cuiabá-MT

Produção Bibliográfica

GOMES, Claudio. Olhares de Guimarães. Cuiabá, 2008.
Publicação do livro: projeto aprovado pela Secretaria de Estado de Cultura de MT e Câmara Municipal de Guimarães-Portugal

Prêmio bolsa de pesquisa fotográfica - Arne Suksdorff

2011 – Pavilhão das Artes
Local: Cuiabá-MT

Produção Técnica/Cultural

Exposições:

2013Exposição Cuiabá Ribeirinha
Local: Firenze/Itália

2011 - Exposição Fotográfica
Local: Castelinho 38 – Santa Tereza -  Rio de Janeiro-RJ

2010Festival  Europeu  “Foto Ex Tempore 2010”
Local: Novigrad – Croácia

2008Exposição e lançamento do livro “Olhares de Guimarães”
Museu do Morro da Caixa D’Água Velha
Local: Cuiabá-MT

2013 - Curso de lingua Italiana
Instituto  Michelangelo
Local: Firenze/Itália
 
2013 Curso  História da Arte
Instituto  Michelangelo
Local: Firenze/Itália




















http://www.diariodecuiaba.com.br

Cláudio Gomes
Todos os direitos autorais reservados ao autor.

0 comentários: