Portugal – conheça as belezas da terra dos desbravadores [Claudia Borges]

Fonte da imagem: Shutterstock

Portugal – conheça as belezas da terra dos desbravadores

Saiba um pouquinho mais sobre as características desse lugar que guarda muita história, rica gastronomia e muitas curiosidades

Por Claudia Borges

Berço dos nossos colonizadores, Portugal — a nossa terra-mãe — guarda encantos e paisagens que atraem milhares de turistas o ano inteiro, incluindo, é claro, muitos brasileiros, que se apaixonam por esse país, sejam eles descendentes diretos ou não. Os laços com o Brasil são fortes e vão muito além do idioma, que faz com que tudo fique ainda mais familiar durante as viagens por terras portuguesas.


Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

E, quando se fala em Portugal, logo nos lembramos da gastronomia, que é um dos pontos altos do país. Entre o famoso bacalhau e os incríveis doces de lá, falaremos mais sobre as delícias portuguesas a seguir, para despertar ainda mais a sua vontade de viajar para o território lusitano.

Falando em lusitanos, você sabe por que os portugueses também são conhecidos por esse nome? Os lusitanos constituíram um conjunto de povos ibéricos pré-romanos de origem indo-europeia, sendo formados por tribos que habitaram a porção oeste da península Ibérica desde a Idade do Ferro. Em 29 antes de Cristo, na sequência da invasão romana, foi criada a província da Lusitânia nos seus territórios, correspondentes a grande parte da atual Portugal.

Infelizmente, é impossível contar tudo sobre esse país surpreendente, pois as belezas de Portugal se estendem por todo o seu território — capital, interior, litoral, ilhas (Arquipélago de Açores e da Madeira) —, mas abaixo damos uma pequena amostra desse admirável lugar. Vamos embarcar, ora pois?

Um pouquinho mais de história

O território foi chamado de Lusitânia por um longo tempo até que, a partir do século IX, passou a ser chamado de Condado de Portucale, entre os anos 930 e 950.

Portucale era a forma com a qual se designava uma cidade situada perto da foz do rio Douro. Acredita-se que o tal "Porto de Cale", seja um nome híbrido formado por um termo latino (Portus, "porto") e outro grego (kalós, "belo"), resultando um significado de algo como “Porto Belo”.

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

O Reino de Portugal foi estabelecido alguns séculos depois, em 1139, e sua independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal o mais antigo Estado-nação da Europa.

A monarquia terminou em 1910, mas a primeira República Portuguesa foi muito instável e o regime deu lugar à ditadura militar em 1926. Este regime autoritário durou até 1974, quando a democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos. Com isso, as províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique.

Os navegadores

Monumento aos descobridores, em Lisboa
Fonte da imagem: Shutterstock

Graças à Era dos Descobrimentos, os portugueses conseguiram chegar ao Brasil, dando início a uma forte colonização que resultou em nossa pátria. Essa fase foi formada por um conjunto de conquistas realizadas pelos portugueses em viagens e explorações marítimas entre 1415 e 1543, que começaram com a conquista de Ceuta na África.

Com as grandes viagens dos desbravadores lusitanos e as colonizações, a expansão portuguesa ganhou força, contribuindo para delinear o mapa do mundo. Com estas descobertas os portugueses foram responsáveis por importantes avanços da tecnologia em ciência náutica e cartografia, desenvolvendo as primeiras embarcações capazes de navegar em segurança em mar aberto no Atlântico.

A capital Lisboa


Fonte da imagem: Shutterstock

Capital e cidade mais populosa de Portugal, Lisboa enche os olhos de seus visitantes com suas ruas estreitas, monumentos históricos, arquitetura incrível e muitos lugares surpreendentes. A cidade é uma das cidades mais antigas do mundo, sendo a mais antiga da Europa Ocidental, antecedendo outras capitais europeias modernas como Londres, Paris e Roma em centenas de anos de existência.

A simpatia e cordialidade do povo de Lisboa deixam as visitas dos turistas ainda mais agradáveis, criando um clima hospitaleiro essencial para apreciar as belezas encantadoras da cidade.

Mosteiro dos Jerônimos
Fonte da imagem: Shutterstock

São ruas cheias de história, que levam a Praça do Comércio, ao Castelo de São Jorge, ao Convento do Carmo, a Avenida da Liberdade, a Colina da Graça, ao belo bairro de Alfama, Sintra (que fica na região metropolitana) e muitos outros locais incríveis. Quem é fã de fotografia, vai adorar clicar esses lugares.

Sintra
Fonte da imagem: Shutterstock

A cidade do Porto, Coimbra e Braga também são pontos incríveis de visitação, guardando também paisagens e arquitetura deslumbrante, além da excelente vida cultural e gastronômica. O interior com as suas vilas e aldeias também são encantadoras com a sua simplicidade e turismo rural.

Religião

Fátima
Fonte da imagem: Shutterstock

Portugal é um dos países mais religiosos do mundo. A maioria da população do país (uma média de 90 %) é Católica Apostólica Romana, mas a Constituição Portuguesa garante liberdade religiosa total e a igualdade entre religiões.

Com isso, o turismo religioso é forte e rico em terras lusitanas. Começando pela cidade de Fátima, que é palco de peregrinação de devotos de Nossa Senhora do mundo inteiro. O local é tão procurado pelo acontecimento do chamado Milagre do Sol.

A história conta que este fenômeno foi testemunhado por cerca de 70 mil pessoas em 13 de outubro de 1917, nos campos de Cova da Iria, próximo a Fátima.

Antes disso, três crianças (Lúcia, Francisco e Jacinta), conhecidas como os Pastorinhos de Fátima, viveram e testemunharam as chamadas aparições de Fátima de um Anjo, identificado como Anjo da Paz. Durante essas aparições, eles foram avisados por Nossa Senhora que um milagre iria acontecer naquele dia de modo que todos pudessem acreditar.

Os relatos que cercam o Milagre do Sol são muito interessantes. Tanto que há quem leve como uma obra divina quanto quem acredite até mesmo ter sido uma intervenção extraterrestre. De acordo com algumas testemunhas, após uma chuva torrencial, as nuvens desmancharam-se no céu e o Sol apareceu como um disco girante e opaco.



Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

Alguns disseram que não era o Sol, mas um disco luminoso acompanhado de luzes coloridas que se movia em ziguezague. Muitos acharam que era o fim do mundo. Porém, houve muitos relatos que as roupas antes molhadas pela chuva ficaram completamente secas num curto espaço de tempo. Além disso, as pessoas relataram curas de paraplégicos e cegos.

Portugal também é conhecido pelas festas e romarias que Durante o ano inteiro, várias celebrações acontecem em todo país.

O famoso vinho do Porto
Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

O vinho do Porto também é um dos símbolos de Portugal. Essa bebida é licorosa, sendo mais adocicada que os vinhos comuns e com um teor alcóolico mais alto. Ele é geralmente tomado como aperitivo ou depois das refeições com a sobremesa.

Ele se diferencia dos outros vinhos pelo clima único do Douro, região onde as suas uvas são cultivadas. Além disso, a fermentação é interrompida numa fase inicial através da adição de uma aguardente de vinho. Com isso, o açúcar natural das uvas que iria se transformar em álcool permanece na bebida, deixando um residual maior de doçura. Devido ao teor alcóolico ser mais alto, deve ser degustado em cálices menores.

Gastronomia

Fonte da imagem: Shutterstock

Quando se fala em gastronomia portuguesa, nos lembramos rapidamente do bacalhau e todas as suas variedades de receitas. Pois, esta é, realmente, uma riqueza gastronômica do país.

Uma das mais famosas e mais apreciadas receitas entre os visitantes é o bacalhau com batatas aos murros. É isso mesmo, o bacalhau é cozido e desfiado, enquanto as batatas também são cozidas e “esmurradas” de forma que fiquem amassadas para levar ao forno e assar. Ao servir, basta adicionar um bom azeite extravirgem português e a refeição está completa e deliciosa.

As variações com o bacalhau são muitas, assim como a extensa utilização de outros frutos do mar em receitas, como o arroz de polvo, que também é bastante tradicional. Os queijos também são famosos por lá, sendo que um dos mais conhecidos é o da Serra da Estrela, com sua consistência cremosa e de dar água na boca.

Ah, os doces portugueses
Fonte da imagem: Shutterstock

Algumas das mais deliciosas atrações de Portugal são os seus doces, que podem até ser chamados de celestiais. Tudo porque, na idade média, as freiras tinham o hábito de utilizar as claras dos ovos para engomar as toucas de suas vestimentas, que possuíam abas imensas.

No entanto, desperdiçar as gemas seria um grande pecado. E o que fazer com todas elas? Doces! E a necessidade de se reinventar com tantas gemas fez com que surgissem diversas variedades dessas maravilhas à base de ovos, que tanto fascinam os turistas e também os habitantes de Portugal.

Fonte da imagem: Reprodução/EatTrip

O mais famoso é o Pastel de Belém, ou pastel de nata, que está presente em todas as doçarias do país e come-se quentinho, com canela e açúcar polvilhados. Entretanto, a receita original (e secreta) vem do bairro de Belém (em Lisboa), outro reduto turístico às margens do Rio Tejo, onde fica a Fábrica dos Pastéis de Belém e a Torre, que atraem milhares de turistas.

Além desse símbolo da confeitaria portuguesa, os outros doces também levam nomes de cunho religioso como o toucinho do céu, barriga de freira, papo de anjo e pastéis de Santa Clara, além de muitas outras tentações.

Diferenças curiosas do idioma em Portugal e no Brasil


Fonte da imagem: Shutterstock

As diferenças entre a língua portuguesa falada em terras lusitanas e a falada no Brasil são vistas em expressões, palavras e na fonética de algumas delas, que chegam a ser muito curiosas e divertidas para alguns. Confira abaixo um pouquinho das diferenças entre palavras no Brasil e sua versão em Portugal.

Banheiro – casa de banho
Calcinha - cueca
Celular - telemóvel
Faixa de pedestres - passadeira
História em quadrinhos - banda desenhada
Ônibus - autocarro
Sanduíche - sandes
Sorvete - gelado
Trem - comboio

Mais curiosidades:

O poeta Fernando Pessoa adorava frequentar um café de Lisboa chamado “A Brasileira”;

As ilhas do Havaí (EUA) foram descobertas por um português a serviço da Espanha;

O mais importante porto de Nagasaki (Japão) foi aberto pelos portugueses em 1571;

O famoso chá das cinco foi introduzido na Inglaterra pela rainha D.Catarina de Bragança que era casada com o Rei Charles II;

O mais famoso bairro de Nova Iorque, Queens, deve o seu nome, também a D. Catarina de Bragança. 

Fonte

O Guia de Portugal, Visit Portugal, So Portugues, Comunidades, All We Need is Food, Wikipedia

1 comentários:

Vitória Basaia disse...

Amo Portugal,adoro curtir minhas férias por lá Moro no Pantanal MT Brasil Uma terra rica em belezas naturais Em toda Europa,não existe, um lugar,onde se coma bem,e barato,fora a riqueza histórica, ,e paisagística,tem lugares fantásticos,onde o movimento do tempo tecnológico,não adentrou São poesias de lugares onde tudo é pura raiz de terra moenda e pé no chão Tenho que parar por aqui,senão este texto não terá fim