Que venha a moda do Livro Ostentação! [Tammy Luciano]

Que venha a moda do Livro Ostentação!

por Tammy Luciano

Artigo publicado Editora Novo conceito 

Outro dia, uma pessoa me perguntou o que eu achava do Funk Ostentação. Respondi que sou de outra moda, do Livro Ostentação! Meu interlocutor ficou rindo e disse ter adorado. Depois, me perguntei como seria o Brasil, se o livro se tornasse objeto de desejo e motivo para ostentar. Minha filha, pode babar, olha o livro que chegou aqui em casa. Querida, isso porque você não viu o meu, luxoooooo! 

Temos, hoje, pessoas totalmente voltadas em mostrar colares de ouro enormes, fotos em iates, roupas caras, bebidas na mão, dinheiro no bolso, carros último tipo, final de semana do bom e do melhor. Muitas ostentam no sábado e domingo, mas, na rotina do dia a dia, estão andando de ônibus, comendo pão com ovo, organizando onde irão com os amigos, para tirar onda no Instagram e alimentando dentro de si sentimentos tão fúteis, a longo prazo ainda mais inúteis.

Não acho que seja crime mostrar as coisas boas da vida. Eu mesma adoro postar foto de uma deliciosa sobremesa, de um dia especial, uma boa viagem, ou o encontro com os amigos, mas não faço disso uma busca pessoal. Nenhuma dessas fotos pode ser definição de identidade, ou a base das nossas vidas. Mostrar e exibir algum luxo para que as pessoas entendam que você é um vencedor?

Aí, volto a me perguntar. Quem seríamos hoje se, ao invés do Funk Ostentação, tivéssemos alimentado a onda do Livro Ostentação? Algumas pessoas já vibram nesse sentido. Ainda bem! Vejo os blogueiros e leitores adorando mostrar suas próximas leituras, se exibindo em fotos com o mais recente livro comprado e tirando imagens maravilhosas de suas estantes invejáveis. Se essas atitudes fossem mais comuns, teríamos uma sociedade brasileira mais cultural? Será que teríamos jovens, hoje pensando tanto  em ter, preferindo o ser?


Comentei com um amigo sobre os blogs literários e ele, chocado, disse não ter ideia do que seriam. Expliquei das parcerias que a Editora Novo Conceito faz, dos blogueiros recebendo livros para ler, das resenhas e divulgações das histórias e eventos. Ele achou ‘um barato’, como disse e completou: “Muita gente diz que livro é caro, mas vejo promoções seguidas em sites e livrarias. Hoje não se compra quase nada com 20 reais. Estacionamento de shopping anda um absurdo”. Se esse comentário fosse meu poderia ser suspeito. Meu amigo não integra o meio literário, apenas como leitor, e fez uma afirmação muito pertinente, vocês não acham?

Seguindo a reflexão do Livro Ostentação, li que a cidade de São Paulo abriu licitação para investir 35 milhões de reais em carros blindados para a Copa. Quando leio essas notícias de investimentos em Segurança Pública, penso que perderam o bonde. Não cuidaram da população, não trataram bem nossas crianças, não investiram em saúde, educação e agora buscam defender a sociedade de seus próprios componentes. E se todos esses investimentos forem verdade, reflito como as cidades seriam diferentes se nossas crianças recebessem livros desde cedo nas escolas, tivessem dentro de si o hábito da leitura e alimentassem o amor pelas histórias desde novinhos. Pais e professores não dão conta dessa missão sozinhos. Falta ao Poder Público uma verdadeira operação, para mostrar o  LIVRO como fundamental na vida dos alunos. É tarde demais para isso?
Se o Livro Ostentação vai um dia pegar ou não, prefiro não perder a esperança. A imagem de um garoto cheio de fãs, cantando literatura, com um colar de livrinho pendurado no pescoço e um boné com a palavra “Livro” dizendo: “Gatinhas, vamos cantar o livro! Vem comigo que a nossa música é o Livro Ostentação”. Isso não me sai da cabeça.
Sejam sempre felizes!
Tammy Luciano é atriz, jornalista e escritora, autora de poesias, peças de teatro, crônicas e dos livros "Fernanda Vogel na Passarela da Vida", "Novela de Poemas", "Sou Toda Errada" e "Garota Replay" que a fez se tornar a primeira escritora brasileira do Selo Novo Conceito Jovem, da Editora Novo Conceito.
Formada em Artes Cênicas e Jornalismo, fez especialização em roteiro em Washington DC, EUA. Atua tanto quanto escreve, tem há mais de dez anos um grupo de teatro no Retiro dos Artistas, Rio de Janeiro, foi colunista do JB Online e do site Baguete Diário, apresentou o quadro Tá no Papo do Hipermídia do Globo.com, participou de diversos espetáculos teatrais, novelas como Uga-Uga, Laços de Família, Caminhos do Coração, episódios do Linha Direta, A Grande Família, foi repórter do Programa TV Fama, da Rede TV! e esteve em uma divertida entrevista no Programa do Jô, da Rede Globo (www.youtube.com/tammyluciano). 

Grava vídeos para um quadro chamado Crônica Falada (www.tammyluciano.com.br/cronicafalada.html) e é uma das integrantes do grupo Novas Letras, o primeiro grupo de escritores em turnê pelo Brasil.

1 comentários:

Adriana Versus disse...

Sempre vi a leitura como uma salvação...Eu fui salva pela a leitura...Faço palestras de incentivo a leitura e tenho um texto com o titulo bem interessante..."A Menina Que Nunca Tinha Chance"sou filhas das letras, poesia, textos, peças de teatro, está no meu sangue...Amei você, sou simples se quiser conhecer meus textos, visite meu humilde blogger...Um abraço com muita paz.