Lançada a 29ª Feira do Livro de Bento Gonçalves [Revista Biografia]


Escritores Gilmar e Fabiane Caio serão os patronos

(fotos Carina Furlanetto, divulgação)
Lançada a 29ª Feira do Livro de Bento Gonçalves


Anotem na agenda: de 7 a 18 de maio, os livros tomarão mais uma vez a Via del Vino, em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, com a realização da 29ª Feira do Livro da cidade. O lançamento da programação ocorreu na noite do sai 15/04, com uma novidade: pela primeira vez, a feira terá um casal como patrono, os escritores bento-gonçalvenses Gilmar Caio e Fabiane Sassi Caio.

— Amamos a literatura. Ler é um ato de entrega. Fazemos uma verdadeira caminhada de formiguinha ao levar nossas histórias para as escolas — comentou Fabiane em seu pronunciamento.

Como o foco, a exemplo da feira passada, é a valorização dos talentos locais, o escritor homenageado será o também bento-gonçalvense Uili Bergamin, radicado em Caxias do Sul. O tema escolhido para este ano é Impresso ou Digital, o Livro é Sensacional, que evoca práticas de leitura entre a mobilidade tecnológica, tablets, e-readers e os tradicionais livros de papel.

A programação inclui uma série atividades com a presença de cerca de 30 escritores, livros com descontos de 15%, espetáculos teatrais e musicais e contação de histórias. A Feira do Livro é uma promoção prefeitura e da Fundação Casa das Artes, com realização da Secretaria Municipal da Cultura, Biblioteca Pública Castro Alves e parceria do Sistema Fecomércio, através do Sesc, e do apoio da Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves, além de diversas secretarias.

 Uili Bergamin será o escritor homenageado

Fonte:

Uili Bergamin-Nasci em Bento Gonçalves e ainda criança mudei-me para Cotiporã. Já adulto, estabeleci-me em Caxias do Sul, onde venci inúmeros prêmios literários, nacionais e internacionais. Sou autor de seis livros: "O Sino do Campanário" (contos), "Cela de Papel" (novela), "Do Útero do Mundo" (poesias), "A Ilha Mágica" (juvenil), "Contos de Amores Vãos" (contos) e "Tetraedro" (crônicas) em parceria com mais três autores caxienses. Também escrevo para a Revista Acontece Sul, onde indico bons livros e colaboro para jornais da região.

"O difícil não é a gente ter boas idéias. Nem falar delas. Difícil mesmo é encontrar alguém, especial, que as ouça. No entanto, pior do que não ter a quem contar o que a gente sente, é contar o que a gente sente a quem não sente o que a gente conta. É dolorido. É o diabo." Trecho do livro "Cela de Papel".
Clique no link para conhecer um pouco mais deste grande escritor, 
Uili Bergamin

0 comentários: