10, das Fantásticas livrarias da literatura...[Douglas Eralldo]

10, das Fantásticas livrarias da literatura...


Artigo publicado Listas Literárias


O Listas Literárias adora livros, e estes conseguimos nas livrarias. Novidade não é? Enfim, toda essa tentativa de início de post é para contar que escolhemos as 10 fantásticas livrarias da literatura. Com certeza gostaríamos de poder visitá-las:

1 - A Livraria 24 Horas doMr. Penumbra: Tanto a livraria quanto seu livreiro são bastante peculiares, o que envolve este estabelecimento em mistérios, mas além disso, desperta interesse em realmente visitar esta livraria, de tão especial que ele se mostra para os textos;

2 - Livraria Limítrofe: Esta livraria criada pelo autor brasileiro Alfer Medeiros reflete a magia dos livros; nela os livros são muito mais do que livros, e para assumir o cargo de livreiro nesta livraria é uma grande honra, e um prazer com certeza;

3 - Island Books: Uma livraria com um catálogo inteligente com peças literárias que serve de cenário para contar A Vida do Livreiro A. J. Friky; no local além de livros, eventos, reuniões de clubes de livros, e outras atividades bacanas em uma livraria tradicional;

4 - Sempere & Filhos: Livraria da família que protagoniza uma das séries de maior sucesso no mundo, O Cemitério dos Livros Esquecidos, onde se desenvolve grande parte da trama cujo amor pelos livros está sempre presente;

5 - Floreios & Borrões: Localizada no Beco Diagonal é com certeza uma das livrarias que todo nerd gostaria de visitar. Ela será seu melhor lugar para comprar seus livros quando iniciar seus estudos em Hogwarts;
6.  A Livraria: No romance de 1978 de Penelope Fitzgerald a tentativa de Florence Green de abrir uma livraria numa pequena cidade encontra bastante resistência, numa obra que fala sobre conservadorismo, entre outras questões;

7 - Parnassus on Wheels: Uma livraria ambulante puxada à cavalos no trabalho do autor Cristopher Morley e bastante apreciada lá fora;
8 -  Shakespeare and Company: Diferentemente das anteriores esta livraria não é ficcional, no entanto, devido à sua importância nas décadas de 20 e 30 com centro intelectual por onde desfilavam nomes como Hemingway  e James Joyce, esta livraria foi parar em livro, contando sua história;

9 - The Haunted Bookshop: Outro livro de Morley com uma livraria como centro dos acontecimentos. Aqui, a empresa homônima é palco para suspense e fantasmas do passado que habitam bibliotecas e livrarias; o livro foi publicado em 1919;

10 -The Moonlight Quill: Livraria em que trabalha Merlin Grainger em O Russet Witch, um dos Contos da Era do Jazz de Scott Fitzgerald;


Fonte: 
Listas Literárias 
Douglas Eralldo, nasceu em Santa Cruz do Sul RS em 1980, e reside em Pantano Grande/RS. Autor, além de escrever para jornais, atualmente colunista do Jornal Destak, designer freelancer, e escritor. Publicou textos na Seleta de Versos 13 (2001, Editora Borck), na antologia Noctâmbulos (2006, Andross), e em 2011 lançou seu primeiro livro, o romance de horror e suspense, Morgan: o único pela Editora Literata.

0 comentários: