Gatos da Noite [Stela Oliveira]

Gatos da Noite
Stela Oliveira

Sobre a obra
 
O que dizer de uma pessoa capaz de olhar para uma estrela e com ela conversar, abrindo seu coração como se diante de uma grande amizade estivesse?

O que sentir sobre uma alma femina grandiosa capaz de se esconder num vaso físico frágil e ao mesmo tempo ser capaz de sintetizar em poucas, mas, contundentes palavras, o que muitos levariam laudas inteiras para expressar? Eis-me aqui, senhoras e senhores, não para falar simples e orgulhosamente de Stela Oliveira, mas para conclamá-los a apreciar, com suas almas libertas das mediocridades de liquidação, estas pérolas feitas palavras. Se o poeta é um fingidor, Stela com sua verve literária veio quebrar esta regra. Não engana ninguém. Stela é singular ao professar seus sentimentos com a pureza dos que falam sob a égide do Criador. Bem Haja!


Um dos poemas do livro:
Overdose de livros
 
Quero uma overdose de livros
Embriagar-me de verbos
E vomitar histórias
Inalar rimas
E delirar com versos
Tanger o abstrato
Beijar os adjetivos
Deitar com romances
Morrer no ponto
Renascer no prólogo
Matar o suspense
Afogar-me na trama
Emergir do drama
Perder-me na estrofe

Sobre a autora
 
Stela Oliveira nasceu em Cuiabá em 1994, cursa Publicidade e Propaganda na UFMT e tem como hobby predileto a leitura. Nas horas vagas noturnas escreve poemas e contos. Usa a linguagem literária como forma de expressão para dar vazão aos fortes sentimentos que a assombram ou a deleitam. Stela manifestou sua tendência literária por volta dos oito anos, escrevendo pequenas histórias que inventava para passar o tempo, sozinha em casa. Aos doze anos começou a escrever os poemas da obra Compostela, publicada em 2008 pela Carlini & Caniato Editorial. Por este livro Stela foi homenageada em sessão da Câmara Municipal de Jaciara.

Ficha técnica
Autor: Stela Oliveira
Edição: 1ª
Ano de publicação: 2012
ISBN: 978-85-8009-053-6
Tamanho: 15 x 21 cm
Número de páginas: 64
Gênero: Poemas

Editora: Carlini & Caniato Editorial

Fonte:
Carlini & Caniato Editorial

0 comentários: