Livros de poesia para corações sensíveis [Isabela Lapa e Kellen Pavão]

Livros de poesia para corações sensíveis



2013 foi um ano de ótimas surpresas no que se refere ao universo da poesia! Os que gostam de palavras sensíveis e que expressam todos os sentimentos comuns ao dia-a-dia, com certeza irão gostar das dicas abaixo:







Espasmo, de Leonardo Grossi Alvarenga


Sinopse: portar certezas incuráveis/transforma em dano qualquer ato imprevisto/sem calma plena, minha pena é o conflito/meu silêncio é claro e/não raro/repousa à sombra do grito/meu credo é restrito a quem se fez solto/...



Da boca para dentro, de Yohana Sanfer


Sinopse: "Mas quantas e quais são as coisas que dizemos depois de consultar o coração? Um punhado de essência, um milhão de desejos, um infinito de verdades? Pra onde vai e de onde vem tudo aquilo que nos importa, esse tudo que é grande e traduzido pelas palavras que não cabendo no peito, transbordam corpo, alma e nossas certezas? Minha suspeita: da boca pra dentro. São da boca pra dentro todos os beijos que respondem um anúncio de dúvida, toda saudade confessada durante o abraço, o elogio inevitável, o desabafo acolhido por um olhar, a palavra engasgada e denunciada pelas lágrimas, o grito que transgride a calmaria.(...) Moram da boca pra dentro nossos silêncios falhos, nossas falas eternizadas na lembrança de alguém, o sentimento entregue num agradecimento, numa saudação sincera, numa notícia boa, numa declaração de amor."(Trecho da crônica "Da boca pra dentro").Um livro que reverencia o amor, os sonhos, os quereres e traz outros olhares sobre o cotidiano. 





Ligue os Pontos – poemas de Amor e Big Bang, de Gregório Duvivier


Sinopse: Com mais de 400 milhões de visualizações em pouco mais de um ano, os vídeos do coletivo Porta dos Fundos transformaram a maneira de fazer rir no Brasil. Um dos maiores responsáveis por esse sucesso é sem dúvida o ator e roteirista Gregorio Duvivier, que tem revelado grande habilidade em transformar a tragicomédia da vida contemporânea numa provocativa salada de gags que misturam absurdo e realidade. Ligue os pontos mostra que, para além da prosa humorística, o tratamento lúdico das palavras pode render poesia de qualidade. Refinada no curso de Letras da PUC-Rio - e elogiada por autoridades como Millôr Fernandes, Paulo Henriques Britto e Ferreira Gullar -, a escrita poética de Duvivier tem foco na importância descomunal dos momentos insignificantes do cotidiano. Flashes pungentes e irônicos da adolescência - o autor é um expoente da 'geração do bug do milênio' -, o mistério da criação, as palavras e suas relações inusitadas, a experiência do amor vivido enfim como gente grande, a transitoriedade de tudo - tendo a geografia sentimental do Rio de Janeiro como pano de fundo, a constelação de poemas de 'Ligue os Pontos' revela uma dicção marcadamente individual, que flerta, contudo, com o melhor da tradição carioca nonchalante, e extrai do dia a dia compartilhado imagens de desconcertante beleza.



Quando as palavras se abraçam, de Marla Queiroz


Sinopse: Falar de amor e de sentimentos não é para qualquer pessoa... Sendo assim a nossa querida escritora Marla de Queiroz, lança seu segundo livro, QUANDO AS PALAVRAS SE ABRAÇAM, composto por prosas poéticas que abordam temas cotidianos como amor, ciúme, encontros, desencontros. A escrita simples, não se desvencilha do conteúdo reflexivo: a escritora apenas optou pela fluidez e pela leveza em seus textos.



Aproveitem! Vocês terão a oportunidade de conhecer a qualidade do trabalho dos nossos escritores...



A sinopse de Espasmo foi retirada do site da Editora.
As demais são do  Skoob. 


Isabela Lapa e Kellen Pavão – Administradoras do blog Universo dos Leitores, que fala de livros e de tudo que estiver relacionado a estes pequenos pedaços de papel que nos transferem do mundo real para o universo dos sonhos, das palavras e da felicidade!

0 comentários: