Jorge Guedes - Esquizofrenia – Parte II

Esquizofrenia – Parte II
“A Conexão Espiritual”
Os Cientistas têm conhecimento da alta gama de disfunções psicológicas, tratadas com ineficiência, embora a ciência e a tecnologia se desenvolvam em grande velocidade.

Nos países europeus e nos mais adiantados do Oriente Médio, o Brasil é considerado o país dos revolucionários estudos das doenças mentais; uma delas é a esquizofrenia.

Segundo algumas pesquisas científicas, a mudança na química cerebral e fatores genéticos podem ser alguns dos componentes do mosaico, que revela a existência de vários níveis da esquizofrenia.

Este distúrbio tanto pode desenvolver-se rápido ou gradualmente, que nem o portador ou as pessoas da família perceba a evolução.


Muitas vezes os comportamentos variados nas alterações da personalidade pode ser um sinal, principalmente quando estes são abertamente desviantes.
Não existe uma regra fixa quanto ao modo do início; segundo pesquisas realizadas, geralmente a esquizofrenia começa na infância e torna-se mais severa na adolescência ou quando adulto.

Os sintomas mais frequentes são: A falta de concentração, estado de tensão sem origem definida, insônia e irritabilidade, desinteresse pelas atividades quotidianas, sociais, isolamento, conversas estranhas, descrever experiências irreais, atitudes fisicamente agressivas, tentativa de suicídio, histeria e outros.

Este distúrbio afeta as emoções, o pensamento, as percepções e altera gravemente o comportamento.

O diagnóstico pode ser feito através do conjunto de sintomas que o indivíduo apresenta e a história como esses sintomas foram surgindo e se desenvolvendo.

Existem critérios para que a psiquiatria tenha um ponto de partida, uma base onde se sustentar, mas a maneira como os psiquiatras encaram os sintomas, geralmente é individual.

Os quadros não muito definidos ou atípicos podem gerar conflitos de diagnóstico.

“O bipolar é o nível mais baixo da esquizofrenia”. 

Jorge Guedes



Jorge Guedes - Pesquisador, Cientista e Psicoterapeuta, é o primeiro a dedicar-se a Investigação e Pesquisa da Regeneração e Reativação das Células-Tronco, tendo no momento como Excelência a: "Terapia Bio-Celular IN VIVO". Página pessoal: Jorge Guedes

Todos os direitos autorais reservados ao autor.

0 comentários: