‘Eu, Fernando Pessoa – Em quadrinhos’ [Susana Ventura e Eloar Guazzelli]

‘Eu, Fernando Pessoa – Em quadrinhos’

Fernando Pessoa (1888-1935) viveu apenas 47 anos, mas esse tempo foi suficiente para se tornar imortal na Literatura. Dono de dezenas de heterônimos, ele se destacou com três: Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis, cada um com uma série de características muito particulares. Além deles, o semi-heterônimo Bernardo Soares, personagem do ‘Livro do Desassossego’, também se tornou uma figura emblemática. E são justamente estes quatro nomes criados pelo poeta português que enchem as páginas de ‘Eu, Fernando Pessoa – Em quadrinhos’, com roteiro de Susana Ventura e ilustração de Guazzelli.


Sinopse

Nesta narrativa em quadrinhos Fernando Pessoa é visto a partir de sua obra e de uma carta em que ele explica ao amigo Adolfo Casais Monteiro o nascimento e vida de seus principais heterônimos - Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos - e do semi-heterônimo Bernardo Soares. O roteiro construído por Susana Ventura com base em textos históricos (cartas, obituários dos jornais de época) recebeu a leitura visual vertiginosa e genial de Guazzelli, em sua segunda incursão pela obra pessoana.O entusiasmo do quadrinista pela obra do poeta português gerou um curta-metragem de animação em formato de poema visual, o qual retrata o dia em que Fernando Pessoa virou imortal. Para isso Guazzelli também invocou seu "heterônimo", que trabalha com animação há mais de vinte e cinco anos. A animação pode ser ativada por meio do QR Code impresso na contracapa do livro.


Descrição

‘Eu, Fernando Pessoa – Em quadrinhos’
Roteiro: Susana Ventura
Ilustração: Guazzelli
Editora: Peirópolis
Páginas: 72
Preço: R$ 39




Sobre Eloar Guazzelli:


Desde os anos 1980 o ilustrador gaúcho atua, simultaneamente, nas áreas de cinema (como diretor de arte) e quadrinhos. Foi premiado no Yomiuri International Cartoon Contest (1991) e no Salão Internacional de Humor de Piracicaba em 1991, 1992 e 1994. Também foi o primeiro colocado na 2ª Bienal Internacional de Quadrinhos, no Rio de Janeiro, na categoria Quadrinhos. O artista mantém uma relação estreita com a literatura, tendo adaptado obras de escritores como Willian Faulkner, Eça de Queiroz, Aluísio Azevedo, J.M.G. Le Clézio e Lygia Fagundes Telles.

Sobre Susana Ventura:

Susana Ventura é doutora em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo. É autora de “Convite à Navegação: Uma Conversa Sobre Literatura Portuguesa” (2012). E trabalha como professora e pesquisadora das literaturas de língua portuguesa em diferentes universidades brasileiras, portuguesas e francesas. Além disso, tem atuado ao lado de atores, músicos, grafiteiros, artistas plásticos e videoartistas em atividades que visam difundir a literatura. Foi consultora do Programa Mais Cultura do MinC em 2008 (formação de bibliotecas) e realizou as curadorias da exposição “Linguaviagem” em 2010 (Itamaraty/Museu da Língua Portuguesa) e de diversos projetos do SESC/SP, desde 2007.

0 comentários: