Tendência Verão 2014: Estampas de azulejo português [Revista Biografia]


Tendência Verão 2014: Estampas de azulejo português

Inspirada na arquitetura colonial portuguesa e antigos porcelanatos, o desenho com arabescos e traços gráficos em azul e branco já está bombando nos looks de streetstyle e invadindo as coleções das lojas de fast fashion.

Uma das marcas brasileiras que apostou na inspiração em seu desfile no SPFW de Verão 2014 foi a Têca por Helô Rocha, a estampa criada estampou roupas e até mesmo acessórios como fivelas de cintos e bolsas.

A estampa saiu das passarelas e estão em várias coleções de Primavera/Verão 2014 nas lojas.

As melhores peças para combinar

Para quem está com vontade de investir na tendência do azulejo português, não se preocupe com qual peça usar. A estampa é bem fácil de combinar e, em geral, as roupas e acessórios se restringem às tonalidades azul e branco, que são curingas no guarda-roupa feminino. “É importante ressaltar que a melhor opção é absorver a tendência e traduzi-la de acordo com o gosto e costume de cada um”, aconselha consultora de moda Natália Castelli

Em qual ocasião usar

Além de ficar bem em camisas, camisetas, shorts, cintos, bolsas e etc, a tendência também se encaixa em diversas ocasiões. Segundo a consultora, o apelo clássico da estampa de azulejo português permite-nos utilizá-lo facilmente em ambientes descontraídos durante a tarde ou até mesmo durante a noite, inclusive no trabalho. “Entretanto é necessário preocupar-se sempre em combiná-los com peças adequadas às devidas ocasiões”, destaca.

Os tecidos que mais combinam

Por ser uma tendência que está entrando na primavera/verão, ou seja, nas estações mais quentes, o ideal é combinar a estampa com tecidos mais leves. Porém, também é possível encontrar peças mais trabalhadas e com materiais variados como seda, organza, chiffon, cetim, algodão, tricoline, tricoline mista, microfibra, viscose entre outros. “Cada tecido se adequa ao modelo de peça que será utilizado, como por exemplo o blazer, que pede um tecido um pouco mais encorpado como a tricoline. Entretanto, quando tratamos de batas ou peças mais leves, indica-se tecidos fluídos”, aponta Natália.

Confira algumas tendência do azulejo português:









0 comentários: