André Prado - [Poeta Brasileiro]

André Prado – nasceu no ano de 1970 em Londrina - PR e há anos reside na cidade de Lorena-SP. É professor do ensino superior, poeta e escritor. Desenvolve as suas atividades principais na Universidade de São Paulo - USP (campus Lorena). Exerce funções de docente no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), nas Faculdades Integradas Teresa D´Ávila e no Colégio Técnico da Escola de Engenharia de Lorena. Autor dos romances Alcatéia e Terra Brasilis. Recebedor de prêmios em Bienais Internacionais do Livro, tendo participado de concursos nacionais e internacionais resultando antologias literárias publicadas. Atualmente é membro de três Academias de Letras.



O beija-flor

quero-te porque te quero!

e por tanto te querer,

perdi a noção do meu viver.

quero-te de forma pura e transparente,

como a libélula púrpura que voa livremente pelos campos.

quero-te como o beija-flor,

que delicadamente absorve teu pólen.

quero-te com a alma cheia de vida,

repleta de amor e emoção!

quero-te como ninguém jamais quis,

com todas as minhas forças,

com todo o meu amor.

amo-te porque te amo!

e de tanto te amar,

já perdi a noção de meu amor.

amo-te no silêncio da noite,

ouvindo apenas os teus gemidos

e os teus sussurros em meus ouvidos.

amo-te com toda intensidade,

como um homem jamais amou uma mulher.

amo-te desprezando o teu fel e degustando o teu mel!

amo-te por todos os dias de minha vida,

cauterizando minhas feridas,

com minha paixão entorpecida.

amo-te para todo o sempre, eternamente.

amo-te de forma branda e sublime,

assim como a brisa que toca suavemente as flores do campo

e todos os amantes que desejam ardentemente tuas amadas


André Prado
Todos os Direitos Autorais Reservados ao Autor.

0 comentários: