Antonio Veronese [Pintor Brasileiro]

Antonio Veronese nasceu em 17 de outubro de 1953, em Brotas, pequena cidade no estado de São Paulo - Brasil, filho de pais de origem italiana. Ele desenvolveu a paixão desde a infância para o desenho e, mais particularmente, pelo figurativo. Começa desenhar cedo, em torno dos 10 anos.

O pintor brasileiro, radicado na França desde 2004, não gosta muito de falar, ou explicar seus rostos. Segundo ele, eles são uma busca exclusivamente estética, e não filosófica. Para Veronese a relação com a pintura é uma relação silenciosa que dispensa palavras. Por isso Veronese não nomeia seus quadros, ainda que muitas vezes os galeristas façam isso sem a sua autorização. Para ele pintar é um exercício espontâneo e o resultado final é sempre surpreendente. 

« É como fazer amor, nunca se sabe como vai acabar ».

Veronese é autodidata com uma obra considerável. Já realizou 64 exposições individuais, têm obras expostas em numerosos museus, coleções públicas e privadas nos Estados Unidos, Suíça, França, Japão, Chile e Brasil...;


A sua luta no Brasil em favor das crianças

Antes de deixar o Rio – que o paulista de Brotas adotara por anos -, deu aulas de arte para menores infratores nos Institutos João Luiz Alves, Padre Severino e Santos Dumont , no Rio, e no Caje de Brasília, convidado por Cristovão Buarque. Utilizou a pintura como forma de reabilitação psico-pedagógica dos adolescentes entre 12 e 18 anos com a bandeira" estética é remédio!".

Alguns dos trabalhos produzidos pelos jovens foram expostos em Genebra (Suíça), no Salão Negro do Congresso Nacional, em Brasília, e na Universidade de San Francisco, nos Estados Unidos.

Em 1998, representando o Brasil no Encontro de Esposas de Chefes de Estado, no Chili, cobrou da então primeira-dama, Ruth Cardoso, medidas para tirar das ruas crianças abandonadas, tendo recebido o apoio de Hilary Clinton.



Pela denúncia da violência contra menores no Rio de Janeiro, que faz através de sua pintura e de engajamento constante deste 1986, Veronese foi convidado à Comissão de Direitos Humanos da ONU - em Genebra, para proferir palestra, la Veronese causou grande indignação ao apresentar fotografias de 160 crianças que trabalhavam com ele, marcadas por cicatrizes massivas decorrentes da violência urbana, doméstica e policial.

Depois de 16 anos trabalhando junto a menores infratores , Veronese deixou o Brasil para viver na França, onde sua pintura tem melhor aceitação que no Brasil. Mas o período passado nos presídios de menores deixou marcar profunda, e produziu obras como:

-Just Kids simbolo do UNICEF para os dez anos do Estatuto da Infância e da Adolescência (ECA).



"A arte de Antonio Veronese -rostos que são a expressão mesma da perplexidade, do medo e da impotência- é indissociável da vida e, por isso, ele fala da sua pintura como se fosse um manifesto, acrescentando que não  se importa se gostem  . O que importa para Veronese é seu "soco na mesa" não passar desapercebido. E ele não passa!"



PRINCIPAIS OBRAS 

. Visages de Veronese - Carrousel du Louvre-Paris 2012
. Visages de Veronese - UNESCO Paris“salas Miro 1 e 2” Unesco Paris, França, 2008
. Les Visages d'Antonio Veronese -  Musée Historique de St. Cloud, França,    2009;
. Painel Fome. [Famine] - painel instalado na FAO, Roma, Itália;
. Apenas crianças [Just Kids].. (símbolo mundial do UNICEF para os dez anos do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente) – UNICE
.Gamin - Musée Asago-Japan;
.Tensão no Campo [La Marche] – painel instalado no Congresso Nacional, em Brasília/DF, 1996;
.Dormindo na rua [A la Marge] - Universidade de Genebra/Suiça, 1997;
.Salvem os Pequenos[Save the Children].. (Escolhido pelas Nações Unidas como símbolo dos 50 anos da ONU), EUA, 1995;
.Painel Educacion. [Panel] Fundação Integra Santiago do Chile, Chile;
.Faces do medo [Faces of Fear] - World Childhood Foundation - Berlin;
.Brasileiros [Brazilians] - Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro (MNBA);
.D’après Angelus de Millet, Musée Rousseau- Barbizon;
.Maternidade [Maternity] - Foundation Païdos- Geneva;
.Estudo Tensão no campo [Etude pour La Marche] - Petit Palais- Geneva;
.Meninos do Rio [Boys of Rio]- Museum Italo-American of Fort Mason - San Francisco - USA;
.Faces of Veronese - Paul Madner Gallery-San Francisco, USA;
.Sem palavras [Sans Paroles]- Mairie de Saint Germain des Près à Paris, 2009, 2010, 2012;
.As faces do silêncio [Les Visages du Silence]- Centre Culturel Brèsil-France à Paris, 2003;
.Salve as crianças [Save the Children]- San Francisco State University - USA;
.Apenas crianças [Just Kids] - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC/Rio;
.600 meninos [600 boys]- Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (MNBA), 1998;
.Veronese e as crianças prisioneiras [Antonio Veronese et les enfants prisonniers] - Museu da Cidade de São Paulo, Pátio do Colégio, São Paulo.

"Antonio Veronese é um artista completo, em que as preocupações estéticas se fundem com as qualidades humanistas. Ele concentra-se principalmente sobre o homem em seu sofrimento mais profundo ... Sua preferência para rostos denota que é somente através deles que pode domar o horror ... o horror da condição humana. Nos diálogos Timeu, Platão diz que o rosto humano é a imagem do mundo."

                                               - Francisco Brennand, (escultor e pintor).

EXPOSIÇÕES

INDIVIDUAL 

1991 - Galeria Bonino - Rio de Janeiro;
1992 - Museu da República - Rio de Janeiro – Brasil;
1993 - Contorno Art Galerie - Rio de Janeiro;
1993 - Italian Cultural Institut - San Francisco - USA;
1993 - Teatro dos Quatro - Rio de Janeiro;
1994 - Brazilian Mission to the United Nations - New York-USA;
1995 - Mont Alverno Conference Center- Nations Unies- Redwood City - USA;
1995 - San Francisco State University- San Francisco;
1996 - Museu da Cidade de São Paulo, Pátio do Colégio, São Paulo - Brasil;
1997 - Associação Brasileira de Imprensa (ABI) - Rio de Janeiro;
1997 - Fondation Paidos - Genève;
1997 - Petit Palais de Géneve;
1997 - Université de Génève - Suisse;
1998 - Fondation Integra - Santiago du Chili - Chili;
1998 - Fundation Integra - Chili;
1999 - Les Enfants en Marche- Lausanne - Suisse;
1999 - Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) - Rio de Janeiro;
2000 - Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) - Rio de Janeiro; 
2001 - A49 Gallery - New York;
2001 - Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) - Rio de Janeiro;
2001 - World Childhood Fondation;
2003 - Centre Cultural Brésil-France - Paris;
2008 - UNESCO - Paris - Sales Miro 1 et 2;
2009 - Antonio Veronese, l'Expressionnisme à Barbizon;
2009 - Musée Historique du Domaine National de Saint-Cloud;
2009 - Peintre de Barbizon - France;
2010 - Antonio Veronese, l'Expressionnisme à Barbizon;
2010 - Art-Paris - Grand Palais - Paris;
2010 - Asago Museun – Japan;
2010 - Galerie Celal - Paris;
2010 - Mairie de Saint-Germain des Près - Paris;
2010 - Musée Rousseau-Barbizon;
2010 - Paul Mahder Gallery- San Francisco - USA;
2010 - Peintre de Barbizon - France;
2011 - Antonio Veronese, l'Expressionnisme à Barbizon;
2011 - Mairie de Saint-Germain des Près - Paris;
2011 - Peintre de Barbizon - France;
2012 - Antonio Veronese, l'Expressionnisme à Barbizon;
2012 - Carrousel du Louvre - Paris;
2012 - Foire Européenne D'art Contemporaine à Lille;
2012 - Mairie de Saint-Germain des Près - Paris;
2012 - Peintre de Barbizon - France;
2012 - Salon du Vieux Colombier à Paris;
2013 - Antonio Veronese, l'Expressionnisme à Barbizon.

COLETIVA
(…)


PALESTRAS 

.Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ;
.San Francisco State University - USA;
.Câmara Federal- Congresso Nacional Brasília;
.50 Anos da ONU- Mont Alverno CC - USA - 1995;
.Comissão de Direitos Humanos - ONU -Geneva - Suíça;
.San Francisco State University, USA;























Fonte: 
Elfi Kürten Fenske 

Antonio Veronese
Todos os direitos autorais reservados ao autor.

1 comentários:

blog-arquivo disse...

​http://antonioveronese.unblog.fr/