Ilustrador brasileiro vence principais categorias do Festival Annecy [Revista Biografia]

Ilustrador brasileiro vence principais categorias do Festival Annecy

Sob a luz de importantes holofotes, um brasileirinho há pouco conquistou o mundo. O episódio vitorioso ocorreu sobre o palco de um anfiteatro improvisado numa vasta área do município francês de Annecy, longe dos gramados tropicais e do tema futebol. A criança construída por Alê Abreu sobre traços simples e protagonista do longa-metragem "O menino e o mundo", faturou duas das principais categorias do 38º Festival de Cinema de Animação de Annecy — troféus do júri e do público. 

Alê Abreu surpreendeu-se ao notar que se tornou, ao menos por alguns dias, uma sensação nas ruas francesas. Ao desembarcar e transitar pelo município que dá nome à principal premiação do gênero, passou a ser reconhecido por pessoas de várias partes do mundo, que, de vez em quando, até pediam autógrafos e fotografias. O ilustrador atingiu um estranho status de ídolo e adorou o carinho recebido.

O filme demorou três anos e meio para ser concluído e os primeiros esboços surgiram de ideias e anotações aleatórias, vindas de uma caos natural que faz parte do processo de produção do autor. “No meu ateliê, estou no centro de uma roda onde há pinturas, lápis de cor, tinta de parede, rabiscos, anotações, trechos de storyboard que até então não eram nada. É desse caos que junto pequenas peças, como num quebra-cabeça. Sei que minha história vai terminar um dia e vou ficar com peças soltas por aí, isso é minha maior angústia”, revelou.


Assista ao trailer do filme, abaixo:


Fonte: Correio Braziliense

0 comentários: