Críticos de Nova York elegem melhores filmes e atores do ano: análise [Guilherme Haas]

Fonte da imagem: Divulgação/IFC Films
Críticos de Nova York elegem melhores filmes e atores do ano: análise


A temporada de premiação do cinema americano começou com o anúncio das primeiras listas de melhores do ano. Nesta segunda-feira, dia 1º de dezembro, a New York Film Critics Circle, organização que reúne os críticos de cinema da cidade de Nova York, anunciou os seus escolhidos de 2014.

É sempre importante acompanhar as escolhas desses representantes da crítica para entender como está se definindo a corrida para o próximo Oscar. A NYFCC é uma das primeiras organizações a definir os melhores do ano, e geralmente dá pistas de quais são os possíveis indicados para o prêmio da Academia.

Nos últimos anos, a NYFCC coincidiu em 40% com as nomeações do Oscar, entre as diversas categorias, sem qualquer tipo de padrão. No ano passado, por exemplo, os críticos de Nova York elegeram Trapaça como melhor filme, Steve McQueen (12 Anos de Escravidão) como melhor diretor, Robert Redford (Até o Fim) como melhor ator, Cate Blanchett (Blue Jasmine) como melhor atriz, Jennifer Lawrence (Trapaça) e Jared Leto (Clube de Compras Dallas) como coadjuvantes. Apenas Cate Blanchett e Jared Leto repetiram as vitórias no Oscar.

Na seleção deste ano, a NYFCC escolheu Boyhood – Da Infância à Juventude como melhor filme, e nomeou Richard Linklater e Patricia Arquette nas categorias de direção e atriz coadjuvante – o que faz do longa-metragem um dos grandes favoritos de 2014.

Mas podemos dizer que não chega a ser uma surpresa a ótima aceitação de Boyhood pela crítica, já que a produção era desde seu lançamento considerado um dos fortes competidores.

É mais interessante notar, contudo, as demais escolhas da NYFCC, especialmente entre os atores em papéis principais. Os críticos de Nova York elegeram Marion Cotillard como melhor atriz, uma grande surpresa considerando que seu nome não estava tanto em destaque na mídia. Timothy Spall, que venceu Cannes em maio, volta a ganhar destaque em um momento crucial para a corrida para o Oscar, ainda mais em um ano com grandes atuações masculinas. 

LEGO – O Filme ganhou o prêmio de animação, enquanto O Grande Hotel Budapeste ficou com o reconhecimento pelo seu roteiro. J.K. Simmons (de Whiplash - Em Busca da Perfeição) confirma o seu favoritismo na categoria ator coadjuvante. A NYFCC elegeu também o elogiado terror The Babadook como melhor primeiro filme; um prêmio muito curioso para um gênero que dificilmente é levado a sério.

Nos próximos dias, novas listas e premiações serão anunciadas, o que deve gerar ainda mais nomes e especulações sobre os possíveis indicados ao próximo Oscar. Nesta terça-feira, dia 02 de dezembro, o National Board of Review divulga seus escolhidos. No dia 08, é a vez do AFI Awards, e no dia 11, serão divulgados os indicados ao Globo de Ouro. 

Confira a seleção dos críticos de Nova York: 

Melhor Filme: Boyhood – Da Infância à Juventude
Melhor Ator: Timothy Spall (Mr. Turner) 
Melhor Atriz: Marion Cotillard (A Imigrante e Dois Dias, Uma Noite)
Melhor Diretor: Richard Linklater (Boyhood – Da Infância à Juventude) 
Melhor Roteiro: O Grande Hotel Budapeste
Melhor Ator Coadjuvante: J.K. Simmons (Whiplash - Em Busca da Perfeição) 
Melhor Atriz Coadjuvante: Patricia Arquette (Boyhood – Da Infância à Juventude)
Melhor Filme de Animação: LEGO – O Filme 
Melhor Fotografia: Darius Khondji (A Imigrante)
Melhor Primeiro Filme: Jennifer Kent (The Babadook) 
Melhor Filme Estrangeiro: Ida
Melhor Filme de não-ficção (Documentário): Citizenfour 
Prêmio Especial: Adrienne Mancia

Fonte:

0 comentários: